Autoplay

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Posted: 20 Apr 2011 11:06 PM PDT
O fóssil da Nephila jurassica
© Paul Selden

Se você tem arrepior de pensar em uma aranha enorme, imagine-se encontrando uma aranha de 15 centímetros pendurada numa teia em frente à sua cara! Pois uma aranha dessas viveu no período Jurássico e o fóssil de um exemplar fêmea bem preservado foi encontrado em rochas na China, na vila Daohugou. A nova espécie recebeu o nome de Nephila jurassica e é a mais antiga espécie de seu gênero já encontrada. Saiba mais sobre esse admirável artrópode no resto da postagem.


Esta aranha tinha um corpo que media ao todo uns 5 centímetros sem contar as patas, que eram longas a ponto da aranha medir 15 centímetros. Aranhas do gênero Nephila ainda vivem atualmente em ambientes tropicais e criam lindas teias de fios dourados, que já foram inclusive usados para produzir uma rara seda dourada, para capturar pequenos animais, desde insetos até vertebrados, que para aranhas são presas admiráveis, como morcegos ou pássaros pequenos. Se tiver curiosidade, veja aqui uma notícia de uma aranha Nephila comendo um pássaro na Austrália, com foto e tudo mais.

A descoberta nos mostra que o gênero Nephila é bem mais antigo do que se pensava, pois antes dessa, a mais antiga Nephila encontrada é uma especie de 34 milhões de anos aproximadamente e também que o ambiente dessa criatura, que hoje é mais seco, deveria ser bem mais quente e úmido, mais tropical.
Imagina-se que o macho da espécie, assim como ocorre nas espécies de hoje, era bem menor que a fêmea. Segundo os pesquisadores, as Nephilas devem ter surgido quando os continentes ainda estavam unidos na forma da Pangéia e por isso tem uma vasta distribuição nos mais diversos pontos do planeta atualmente.
Detalhe da perna da N. jurassica mostra os pelos fossilizados
©
Paul Selden

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.