Autoplay

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

AULA ONLINE

Metáfase

Por: Marcus V. Cabral

1710201215455618545.jpg A metáfase é a etapa que sucede a prófase

A metáfase é a etapa que sucede a prófase. Alguns autores ainda estabelecem a ocorrência de outra etapa que precede a metáfase, chamada de prometáfase, o que não será considerado em nosso estudo.


Esta etapa é marcada pelo posicionamento dos cromossomos na região mediana (também chamada equatorial) do fuso acromático. Microtúbulos que se originam nos centrossomos “capturam” os cromossomos pela região do cinetócoro (estrutura proteica presente na região do centrômero). Uma vez o cinetócoro de uma cromátide sendo capturado por microtúbulos ligados a um dos polos, automaticamente o cinetócoro da cromátide-irmã estará voltado para o polo oposto e dessa forma capturado por microtúbulos que têm origem neste polo (JUNQUEIRA & CARNEIRO, 2005). O que se observa é que este processo garante que as cromátides-irmãs se prendam sempre a polos celulares opostos.


Os cromossomos agora presos às fibras do fuso, progressivamente, posicionam-se na região equatorial da célula, constituindo o que chamamos de placa equatorial ou placa metafásica. Este processo que originou o nome desta etapa, já que meta = meio, ou seja, os cromossomos estão alinhados no meio da célula (JUNQUEIRA & CARNEIRO, 2005).


Conforme comentado no início de nosso estudo sobre a metáfase, alguns autores denominam prometáfase o momento situado entre a ruptura da carioteca no final da prófase até o momento da formação da placa equatorial. Dessa forma, o que se considera como metáfase seria justamente o momento exato entre do alinhamento dos cromossomos na faixa equatorial da célula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.