Autoplay

sábado, 26 de julho de 2014

Há 45 anos o homem pisou na Lua pela primeira vez

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Há 45 anos, de 16 a 24 de julho de 1969, a missão Apollo 11 entrava para a história por ser a primeira a conseguir fazer com que astronautas caminhassem pela lua e retornassem à superfície terrestre em segurança.

Mas o projeto de enviar homens ao nosso satélite natural começará 8 anos antes, com um discurso do presidente John F. Kennedy ao Congresso dos EUA, estipulando que a meta fosse cumprida até o final da década.

Depois de muitas tentativas sem sucesso, 8 anos depois, a NASA conseguiria cumprir o objetivo no prazo determinado. Os astronautas Neil Armstrong, comandante da missão, Buzz Aldrin e Michael Collins fizeram treinamentos intensivos para conseguir chegar onde nenhum homem havia ido antes.

A bordo do Saturn V, os astronautas decolaram do Kennedy Space Center, Cabo Canaveral, na manhã de 16 de julho de 1969. Cerca de 12 minutos após o lançamento o foguete já havia entrado na órbita da Terra. Depois de dar uma volta e meia ao redor do planeta, a nave seguiu em direção à lua.
Três dias depois, o foguete entrou na órbita lunar. No dia seguinte, o fatídico 20 de julho, Neil Armstrong e Buzz Aldrin embarcaram no módulo lunar Eagle (Águia) que os levariam até a superfície lunar. Michael Collins continuou pilotando o módulo de comando, chamado Columbia. O pouso foi feito em situações críticas, com alarmes soando e apenas 30 segundos de combustível disponível. Após tudo correr bem, na tarde daquele dia, para o alívio de todos, Armstrong falou à base de Houston, emblematicamente: "a Águia pousou".
nasa-lua-primeiro-passo
Cerca de seis horas após o pouso, o comandante Neil Armstrong estava preparado para se tornar o primeiro homem a pisar na lua. Pela TV, mais de 500 milhões de pessoas do mundo todo assistiam, atônitas, a façanha. Foi neste momento que ele disse a famosa frase: "é um pequeno passo para um homem, mas um salto gigantesco para a humanidade" (confira o audio original).  Depois de já ter caminhado pela superfície lunar, Armstrong fotografou Buzz Aldrin descendo as escadas da Eagle.

Os dois astronautas conduziram uma série de experimentos, entre eles um para detectar atividades sísmicas. Deixaram também uma espécie de espelho refletor - até hoje, quem quiser pode fazer um experimento de mirar um laser poderosíssimo neste espelho e vê-lo sendo refletido de volta à Terra. Confira um trecho do seriado The Big Bang Theory no qual os personagens fazem exatamente isso.

Na verdade, esse experimento é um projeto que existe num observatório no sul da França (Grasse), que tem por objetivo determinar a distância do Sistema Terra-Lua. Não é fácil "acertar" os espelhos deixados pelos astronautas.
Um outro gesto simbólico realizado na missão foi deixar uma plaqueta de metal no Mar da Tranquilidade com os seguintes dizeres: "Aqui, homens do planeta Terra pisaram na lua pela primeira vez. Julho, 1969 d.C. Viemos em paz, em nome de toda a humanidade".

Depois de algumas horas na superfície, era hora de retornar para a base.
Por fim, em 24 de julho, a tripulação é resgatada no oceano, em uma área próxima ao Havaí. De volta aos Estados Unidos, eles encontram as esposas em 27 de julho.

Veja fotos, vídeos e áudios que recontam a história da Apollo 11
Observatório Nacional

Veja fotos, vídeos e áudios que recontam a história da Apollo 11
Há 45 anos, de 16 a 24 de julho de 1969, a missão Apollo 11 entrava para a história por ser a primeira a conseguir fazer com que astronautas caminhassem pela lua e retornassem à superfície terrestre em segurança. Mas o projeto de enviar homens ao nosso satélite natural começará 8 anos antes, com um discurso do presidente John F. Kennedy ao Congresso dos EUA, estipulando que a meta fosse cumprida até o final da década.

Depois de muitas tentativas sem sucesso, 8 anos depois, a NASA conseguiria cumprir o objetivo no prazo determinado. Os astronautas Neil Armstrong, comandante da missão, Buzz Aldrin e Michael Collins fizeram treinamentos intensivos para conseguir chegar onde nenhum homem havia ido antes.


A bordo do Saturn V, os astronautas decolaram do Kennedy Space Center, Cabo Canaveral, na manhã de 16 de julho de 1969. Cerca de 12 minutos após o lançamento o foguete já havia entrado na órbita da Terra. Depois de dar uma volta e meia ao redor do planeta, a nave seguiu em direção à lua.

Três dias depois, o foguete entrou na órbita lunar. No dia seguinte, o fatídico 20 de julho, Neil Armstrong e Buzz Aldrin embarcaram no módulo lunar Eagle (Águia) que os levariam até a superfície lunar. Michael Collins continuou pilotando o módulo de comando, chamado Columbia. O pouso foi feito em situações críticas, com alarmes soando e apenas 30 segundos de combustível disponível. Após tudo correr bem, na tarde daquele dia, para o alívio de todos, Armstrong falou à base de Houston, emblematicamente: "a Águia pousou". Confira o áudio.

Abaixo uma imagem que o homem jamais tinha visto: o "nascer da Terra" na perspectiva de um outro corpo celeste. A foto foi tirada de dentro do módulo lunar pouco depois da alunagem no chamado "Mare Tranquillitatis" ou Mar da Tranquilidade.

Cerca de seis horas após o pouso, o comandante Neil Armstrong estava preparado para se tornar o primeiro homem a pisar na lua. Pela TV, mais de 500 milhões de pessoas do mundo todo assistiam, atônitas, a façanha. Foi neste momento que ele disse a famosa frase: "é um pequeno passo para um homem, mas um salto gigantesco para a humanidade" (confira o áudio original) Depois de já ter caminhado pela superfície lunar, Armstrong fotografou Buzz Aldrin descendo as escadas da Eagle.

Aldrin, sabendo de todo o simbolismo contido no gesto de deixar uma pegada ali naquele solo, tirou a foto abaixo para documentar o momento. Ele também forneceu uma incrível descrição do que observava ao seu redor: classificou a superfície da lua como sendo uma "desolação magnífica".

Neil Armstrong finca a bandeira dos Estados Unidos no solo lunar, e então tira uma foto de Aldrin próximo a ela, em reverência.

.

Os dois astronautas conduziram uma série de experimentos, entre eles um para detectar atividades sísmicas. Deixaram também uma espécie de espelho refletor - até hoje, quem quiser pode fazer um experimento de mirar um laser poderosíssimo neste espelho e vê-lo sendo refletido de volta à Terra. Confira um trecho do seriado The Big Bang Theory no qual os personagens fazem exatamente isso.

Na verdade, esse experimento é um projeto que existe num observatório no sul da França (Grasse), que tem por objetivo determinar a distância do Sistema Terra-Lua. Não é fácil “acertar” os espelhos deixados pelos astronautas.


Um outro gesto simbólico realizado na missão foi deixar uma plaqueta de metal no Mar da Tranquilidade com os seguintes dizeres: "Aqui, homens do planeta Terra pisaram na lua pela primeira vez. Julho, 1969 d.C. Viemos em paz, em nome de toda a humanidade".

Depois de algumas horas na superfície, era hora de retornar para a base. Armstrong fez este retrato de Aldrin pouco antes de voltar para o módulo Eagle.

A bandeira e uma câmera de televisão, vistas de dentro do módulo lunar.


Momentos antes de decolarem em direção ao módulo de comando Columbia, Armstrong tirou este autorretrato, hoje conhecido como Selfie.


Quando os astronautas voltavam para a Terra, viam esta imagem se olhassem para trás.

E, se olhassem para a frente, tinham esta visão.


Por fim, em 24 de julho, a tripulação é resgatada no oceano, em uma área próxima ao Havaí. De volta aos Estados Unidos, eles encontram as esposas em 27 de julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.