Autoplay

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Monotremados e mamíferos primitivos

Castorocauda




















Castorocauda lutrasimilis é uma espécie de sinapsídeo mamaliaforme do grupo dos docodontes que viveu há cerca de 164 milhões de anos, no Jurássico. Os seus fósseis foram descobertos na Formação Jiulongshan na Mongólia Interior e representam o maior e mais antigo organismo mamaliaforme conhecido.

Multituberculata


Os multituberculados (Multituberculata) foram um grupo extinto de mamíferos primitivos, tradicionalmente classificados na Subclasse Allotheria, status hoje em dia vem sendo contestado. Recentes estudos filogenéticos e paleontológicos têm levantados muitas dúvidas quanto à relação destes animais com os outros mamíferos.
Volaticotherium
Volaticotherium antiquum era um antigo mamífero com capacidade de voo deslizante, relacionado com a ordem extinta denominada Multituberculata. Deveria pesar menos de 70 gramas, e ter um comprimento entre 12 e 14 centímetros. Tinha uma membrana similar aos atuais esquilos voadores. Os dentes aguçados do Volaticotherium eram altamente especializados para a alimentação de insetos, e os seus membros anteriores preparados para a vida nas árvores.
Gobiconodon

Gobiconodon é um gênero extinto de mamíferos carnívoros. Pesou 10-12 quilos e mediu 18-20 polegadas, e podia ter ser parecido com um sariguê.
Repenomamus






Repenomamus é um género de mamíferos pré-históricos que viveu no Cretácico inferior, há cerca de 130 milhões de anos, na actual China. Os fósseis das duas espécies do género foram descobertos em 2004, na província de Lianoning, e vêm contradizer a teoria generalizada de que os mamíferos do Mesozóico eram animais exclusivamente noturnos e de pequenas dimensões. O Repenomamus era um predador de pequeno porte, que se alimentava de crias de dinossauros.
Fruitafossor

Fruitafossor windscheffeli é um mamífero pré-histórico descoberto em 2005. Comedor de térmitas, que terá vivido no Jurássico, há cerca de 150 milhões de anos. A sua descrição foi feita com base num esqueleto surpreendentemente bem conservado e encontrado em 31 de Março de 2005 em Fruita (Colorado). É semelhante a um papa-formigas e a sua alimentação teria sido à base de insetos sociais
Adelobasileus




Adelobasileus cromptoni é uma espécie de um extinto gênero de sinapsídeo mammaliaforme do Período Triássico Inferior (Carniano), há 225 milhões de anos atrás. É representado apenas pelo registro fóssil e apenas uma parte de se crânio foi descoberto no Texas.
Hadrocodium



Hadrocodium wui é uma espécie extinta de mamífero basal que viveu durante o período Jurássico Inferior (aproximadamente 195 milhões de anos atrás). Seus restos fósseis foram descobertas na província de Yunnan, China. É a única espécie descrita para o gênero Hadrocodium. Ele é mais relacionado com os Mammalia sensu stricto do que com os Docodonta, Morganucodonta e Sinoconodon.
Megazostrodon
O Megazostrodon foi um sinapsídeo mammaliaforme que viveu nos períodos triássico e jurássico. Era um animal pequeno e tímido que vivia provavelmente à noite para se esconder dos dinossauros, era insetívoro e se assemelhava muito a um musaranho. Ele é, provavelmente, o ancestral direto dos mamíferos e portanto de nós.
Morganucodon
O Morganucodon foi um sinapsídeo mammaliaforme que viveu nos períodos triássico e jurássico da era dos dinossauros. Como o morganucodon viveu numa época em que havia um único continente, seus ossos são encontrados em várias partes do mundo incluindo a China, a Europa e a América do Norte. Era um pequeno animal que se alimentava de insetos e se assemelhava a um musaranho. Assim como seu primo, o megazostrodon, ele é considerado um possível ancestral dos mamíferos.

Steropodon















O Steropodon galmani é um monotremado fóssil do período Cretáceo Inferior encontrado na Austrália. É o monotremado mais antigo que se conhece e é aparentado com os atuais ornitorrinco e equidna. O animal tinha 40 a 50 centímetros de comprimento.

Ornitorrinco

























O Ornitorrinco  é um mamífero semiaquático natural da Austrália e Tasmânia. É o único representante vivo da família Ornithorhynchidae, e a única  espécie viva do gênero Ornithorhynchus. Juntamente com as équidnas, formam o grupo dos monotremados, os únicos mamíferos ovíparos existentes atualmente. A espécie é monotípica.

Équidna-de-focinho-curto
































A équidna-de-focinho-curto (Tachyglossus aculeatus) é um monotremado da família Tachyglossidae. É a única espécie do gênero Tachyglossus. Pode ser conhecida também como équidna-de-bico-curto e équidna-ouriço Antigamente também era chamada de tamanduá-espinhoso. Essa équidna é politípica, com cinco subespécies.

Équidna-de-bico-longo














O zaglosso ou équidna-de-bico-longo (Zaglossus bruijnii) é um monotremado noturno e insetívoro, cuja dieta consiste quase exclusivamentre de minhocas, mas também se alimenta de insetos que vivem no chão das florestas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.