Autoplay

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

[PaleoOrnithology • 2015] 

Five New Extinct Species of Rails (Aves: Gruiformes: Rallidae) from the Macaronesian Islands (North Atlantic Ocean)


FIGURE 23. Artist reconstruction of the Rallus species described.
Rallus montivagorum n. sp., R. adolfocaesaris n. sp., R. lowei n. sp., R. carvaoensis n. sp. and R. minutus n. sp.
Colours are speculative. Art: Pau Oliver.  || DOI: 10.11646/zootaxa.4057.2.1

Abstract

Five new species of recently extinct rails from two Macaronesian archipelagoes (Madeira and Azores) are described. All the species are smaller in size than their presumed ancestor, the European rail Rallus aquaticus. Two species inhabited the Madeira archipelago: (1) Rallus lowei n. sp., the stouter of the species described herein, was a flightless rail with a robust tarsometatarsus and reduced wings that lived on Madeira Island; (2) Rallus adolfocaesaris n. sp., a flightless and more gracile species than its Madeiran counterpart, inhabited Porto Santo.

So far, six Azorean islands have been paleontologically explored, and the remains of fossil rails have been found on all of them. Here we formally describe the best-preserved remains from three islands (Pico, São Miguel and São Jorge): (1) Rallus montivagorum n. sp., a rail smaller than R. aquaticus with a somewhat reduced flying capability, inhabited Pico; (2) Rallus carvaoensis n. sp., a small flightless rail with short and stout legs and a bill apparently more curved than in R. aquaticus, was restricted to São Miguel; (3) Rallus minutus n. sp., a very small (approaching Atlantisia rogersi in size) flightless rail with a shortened robust tarsometatarsus, lived in São Jorge. We note also the presence of rail fossils on three other Azorean islands (Terceira, Graciosa and Santa Maria). In addition, we describe an extraordinarily complete fossil of an unnamed Rallus preserved in silica from the locality of Algar do Carvão on Terceira.

Keywords: Aves, Extinction, Macaronesia, Quaternary, Rallus lowei n. sp., R. adolfocaesaris n. sp., R. carvaoensis n. sp., R. montivagorum n. sp., R. minutus n. sp.


FIGURE 18. Photograph of a silicified specimen of Rallus sp. B from Algar do Carvão, Terceira.  
Scale bar of A: 4 cm. || DOI: 10.11646/zootaxa.4057.2.1

Alcover, Josep A., Harald Pieper, Fernando Pereira & Juan C. Rando. 2015. Five New Extinct Species of Rails (Aves: Gruiformes: Rallidae) from the Macaronesian Islands (North Atlantic Ocean). Zootaxa.  4057(2): 151–200. DOI: 10.11646/zootaxa.4057.2.1
http://www.mapress.com/zootaxa/2015/f/z04057p190f.pdf
Juan C. García-R, Gillian C. Gibb and Steve A. Trewick. 2014. Eocene Diversification of Crown Group Rails (Aves: Gruiformes: Rallidae). PLOS ONE


Resumo: São descritas como novas para a ciência cinco espécies de Frangos-de-água recentemente extintas da Macaronésia. Todas estas espécies são mais pequenas do que o seu presumível antepassado o Frango-de-água Europeu Rallus aquaticus


Duas destas espécies novas ocorrem no arquipélago da Madeira. Rallus lowei n. sp., viveu na Ilha da Madeira sendo de todas as cinco espécies aqui descritas a mais robusta, tratando-se de uma espécie sem capacidade de voo com tarsometatarso curto e robusto e asas reduzidas. Rallus adolfocaesaris n. sp., viveu em Porto Santo, também sem capacidadede voo é uma espécie mais pequena do que a espécie da Madeira. Seis ilhas dos Açores foram até agora investigadas em termos paleontológicos e em todas elas encontrámos fósseis de Frangos-de-água. Em três das ilhas encontrámos material suficiente para uma descrição adequada das suas espécies de Frango-de-água atualmente extinctos. Rallus montivagorum n. sp., com reduzida capacidade de voo, mais pequeno que Rallus aquaticus, viveu na ilha do Pico. Rallus carvaoensis n. sp., foi uma espécie pequena sem capacidade de voo com pernas curtas e grossas e um bico aparentemente mais curto do que em Rallus aquaticus, viveu em São Miguel. Rallus minutus n. sp., uma espécie muito pequena (tamanho parecido com Atlantisia rogersi) também sem capacidade de voo e com tarso metatarso curto e robusto, viveu em São Jorge. 

O material encontrado nas ilhas Terceira, Graciosa e Santa Maria foi insuficiente para a descrição das suas espécies. Em adição, descrevomos um fossil notável de um Rallus encontrado no Algar do Carvão na ilha Terceira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.