Autoplay

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Mineralogia Descritiva

Classificações dos Minerais
           
1- Classificação Sistemática em Categorias:
           
Com base na composição química, estrutura cristalina e em alguns aspectos físicos, os minerais podem ser classificados sistematicamente nas seguintes categorias: Espécie, Variedade, Classe, Grupo, Família, Série e Termo.

            Espécie é a categoria principal, que designa uma determinada composição química e uma estrutura cristalina específica.
            Exemplos:
Espécie
Composição química
Sistema Cristalino
Diamante
C
Isométrico
Coríndon
Al2O3
Hexagonal

Variedade é uma categoria subordinada à espécie e se refere a uma determinada característica ou aspecto apresentado pela espécie tais como cor, inclusões e/ou efeito ótico especial.
Exemplos:
Espécie
Característica
Denominação

Quartzo
Incolor
Hialino ou Cristal de rocha
Violeta
Ametista
Amarelo
Citrino
Berilo
Verde
Esmeralda
Azul
Água marinha

Classe é a categoria na qual os minerais são agrupados com base na composição química, ou seja, com base no ânion ou grupo aniônico principal que está combinado com um ou mais metais na fórmula mínima do mineral. Os minerais constituídos por apenas um elemento químico formam uma classe.
Exemplos de Classes Minerais:
Elementos Nativos, Sulfetos, Óxidos, Halóides, Silicatos, Carbonatos e Sulfatos.

Grupo é uma categoria que inclui duas ou mais espécies que tem fórmulas químicas diferentes e estruturas cristalinas assemelhadas.
Exemplo:

Grupo das Granadas
Espécie
Composição química
Piropo
Mg3OAl2O3.3SiO2
Almandina
Fe3OAl2O3.3SiO2
Grossulária
Ca3OAl2O3.3SiO2

Família é uma categoria que inclui duas ou mais espécies que tem estruturas cristalinas diferentes e composições químicas semelhantes.
Exemplos:

Família
Espécie
Sistema Cristalino
Da Sílica (SiO2)
Quartzo
Hexagonal

Tridimita
Ortorrômbico

Cristobalita
Isométrico
Do Carbono ( C )
Diamante
Isométrico

Grafita
Hexagonal

Série é uma categoria que representa uma quantidade variável, às vezes muito grande, de possibilidades de substituição de um ou mais átomos na composição química de um mineral, por outro ou outros átomos, de modo mais ou menos contínuo.
Exemplos:

Série
Átomos que se substituem
Dos Plagioclásios
Ca e Na
Da Columbita-tantalita
Nb e Ta


Termo é a categoria usada para designar qualquer um dos minerais de uma série.

Exemplos:

Termo
O que representa
Albita
Mineral da Série dos Plagioclásios mais rico em Na
Anortita
Mineral da Série dos Plagioclásios mais rico em Ca
                       
Além da Classificação sistemática em categorias, os minerais também podem ser classificados de acordo com a Origem, a Abundância nas Rochas e a Aplicação.


2- Classificação quanto a Origem:

Primários - formados durante os processos de formação das rochas.
            Ex.: quartzo, ortoclásio, biotita, calcita, diamante, etc.

Secundários - formados durante os processos de alteração das rochas.
            Ex.: argilo-minerais (caolinita, smectita, etc.), oxi-hidróxidos de Ferro (goethita,
            Limonita, etc.).



3- Classificação quanto a Abundância nas Rochas:

Essenciais - são os principais minerais formadores de rochas, que ocorrem nas rochas em concentrações superiores a 5%.
Ex.: feldspato, quartzo e mica em granitos, plagioclásios e piroxênios em gabros, calcita em calcários e mármores, quartzo em arenitos e quartzitos, etc.

Acessórios - são aqueles que ocorrem freqüentemente nas rochas, mas que raramente ultrapassam os 5%.
Ex.: zircão, apatita, ilmenita, titanita, etc.

4- Classificação quanto a Aplicação:

Minerais-minérios - utilizados para a produção de metais.
Ex.: hematita (Fe), Galena (Pb), Calcopirita (Cu), Pirolusita (Mn), etc.
 
Minerais Industriais - utilizados para diversas aplicações industriais, exceto para produção de metais, como gemas ou para ornamentação.
Ex.: serpentina, quartzo, caolinita, apatita, grafita, halita, etc.
 
Minerais Gemológicos - utilizados como gemas.
Ex.: quartzo, berilo, diamante, coríndon, turmalina, topázio, etc.
 
Minerais Ornamentais - utilizados para ornamentação.
Ex.: cristal de rocha e ametista (drusas e geodos), ágata, calcedônia, malaquita, etc.
 
Minerais Energéticos - utilizados para produção de energia.
Ex.: uraninita e torianita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.