Autoplay

sábado, 26 de maio de 2012

Novo raptor de Utah: Yurgovuchia doellingi
Posted: 22 May 2012 05:14 PM PDT

Leia mais no Blog do Ikessuaro
Yurgovuchia
© Utah Geological Survey

Temos ouvido falar de muitas descobertas de animais extintos recentemente e a coisa só fica melhor a cada dia. Toda semana há novas descobertas sendo anunciadas e o mais novo dinossauro que eu vou lhes apresentar era um raptor nanico dos Estados Unidos. Leia sobre o achado no resto do artigo.

Cientistas descobriram ossos fossilizados próximo ao icônico Arches National Park de Utah, ossos que representam uma nova espécie de raptor que tinha o tamanho aproximado do de um coiote. O raptor está entre as várias descobertas feitas no sítio fossilífero de Doelling's Bowl, que fica há aproximadamente 370 quilômetros ao sudeste da cidade de Salt Lake. O mesmo sítio deu origem à várias descobertas de novas espécies nas últimas duas décadas, sendo a base do registro do Cretáceo em Utah.
 
Os fósseis do local são estimados em cerca de 120 a 130 milhões de anos de idade. O novo dinossauro batizado era um predador ainda desconhecido até então, cujo nome é Yurgovuchia doellingi. Segundo os pesquisadores essa é a primeira nova espécie encontrada no local, mas os pesquisadores acreditam que outras 6 espécies ainda desconhecidas tenham sido achadas no local, embora ainda não descritas oficialmente. Segundo um dos pesquisadores o local é um dos mais ricos en fósseis no país, pois recentemente todas as espécies achadas provaram ser inéditas no registro fóssil até agora.
 
O novo raptor deve ter sido um parente ancestral do grandalhão Utahraptor, dizem os paleontólogos a partir de comparações entre ossos das duas espécies. Eles apresentam certas similaridades anatômicas que indicam parentesco. O nome do animal foi escolhido com base no idioma indígena Ute, cuja palavra "Yurgovuch" significa "Coiote", pois o animal era pequeno do mesmo tamanho do mamífero em questão. Já o nome específico, "doellingi" é uma homenagem ao paleontólogo Helmut Doelling, que é do estado de Utah e cujo trabalho de mapeamento geológico da região acabou levando à descoberta do leito fossilífero.
 
A primeira vez que um exemplar de Yurgovuchia foi achado foi em 2005 e a excavação para retirada do solo começou no ano seguinte, o que levou à recuperação de vértebras e porções da pélvis. Um artigo científico com a descrição do dinossauro foi feito em colaboração entre os paleontólogos do Utah Geological Survey e Phil Senter da Universidade da Carolina do Norte, especialista em raptores. O estudo foi publicado no periódico do Public Library Science.
 
Dois outros conjuntos de ossos que também parecem ser de espécies ainda desconhecidas foram achados. Um conjunto estava a apenas a alguns centímetros do esqueleto do Yurgovuchia. O terceiro conjunto, um esqueleto distinto de cauda longa, foi ecnontrado em um sítio próximo, disse um dos pesquisadores. Ainda há muito trabalho para ser feito nos fósseis para identificação e o Utah Geological Survey planeja fazer mais excavações. Paleontólogos também estavam excavando um sauarópode que pode ser também de uma nova espécie.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.