Autoplay

sábado, 17 de março de 2012

Morre Ab’Saber, decano da geografia
Pioneiro em geografia física morre aos 87 anos em São Paulo
© Francisco Emolo / Jornal da USP
Pesquisador continuou a participar de debates depois de aposentado
O geógrafo Aziz Ab’Saber, professor emérito da Universidade de São Paulo (USP), faleceu em sua casa na manhã de sexta-feira, dia 16, de infarto, aos 87 anos.

Nascido em São Luiz de Paraitinga, interior paulista, Ab’Saber formou-se em geografia e história pela USP em 1944. Já como professor da USP, foi um dos pioneiros da geografia física no país.
Ab’Saber adaptou para a realidade brasileira a chamada Teoria dos Refúgios, proposta pelo zoólogo Paulo Vanzolini e formulada conceitualmente pelo alemão Jürgen Haffer em 1969, para explicar o recuo e expansão de florestas de acordo com as variações do clima.

Durante pelo menos três décadas essa abordagem representou a visão mais aceita para explicar vários fenômenos biológicos na porção sul do continente americano, incluindo o Brasil (veja “Refúgios abalados”, de novembro de 2006).

Ab’Saber foi presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) de 1993 a 1995. Mesmo aposentado da USP, não deixou de participar de debates públicos e de opinar sobre os dilemas da biodiversidade e da preservação ambiental. Era um dos poucos acadêmicos a opor-se publicamente à visão consensual da origem antropocêntrica das mudanças climáticas.
- Perfil de Aziz Ab’Saber no suplemento especial com os ganhadores do Prêmio Conrado Wessel de Arte, Ciência e Cultura de 2005 (página 23).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.