Autoplay

sexta-feira, 21 de março de 2014

Vitória dos Biólogos no Aconselhamento Genético

Após duas publicações neste blog sobre o assunto e denúncia ao Sistema CFBio/CRBios, nos deparamos com a VITÓRIA. Depois de receber críticas e de ter percebido o tamanho do erro que cometeram, o Ministério da Saúde voltou atrás nesta segunda feira (17) e resolveu incluir outras classes no Aconselhamento Genético em sua Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras, que aprova as Diretrizes para Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).


Agora os Biólogos serão autorizados a fazer o aconselhamento genético, depois que já se tiver confirmado a doença por um médico e outras ocasiões.

Interessante notar que o médico coordenador de Média e Alta Complexidade do Ministério da Saúde, José Eduardo Fogolin, que era contra essa inclusão, e em várias entrevistas como essa da Época, falava que o único capaz disso seria o médico.
Quem não deve ter gostado nada disso é a médica Lavinia Faccini, presidente da SBGM - Sociedade Brasileira de Genética Médica, já que em inúmeras reportagens alegou que os cerca de 160 médicos associados na SBGM dariam conta do Brasil todo. Reportagem da Folha de São Paulo.
Será que chegaram ameaças sobre a judicialização da questão, como levantadas como hipóse pelo CRBm 1?
Outra questão levantada por José Eduardo Fogolin é a criação de uma especialização para formar profissionais da saúde exclusivamente para o Aconselhamento Genético. Vale lembrar que este blog já disse em outras publicações que já se via iniciativas para esse tipo de formação, inclusive no Instituto de Biociências da USP, mas no caso, se almeja um mestrado profissional.
Não podemos deixar de frisar que essa conquista se deu em grande parte pela Bióloga Geneticista Mayana Zats, que por ser nacionalmente conhecida, pôde usar de sua influência para causar o desconforto necessário para a mudança. Outras pessoas podem ter contribuído, porém, não chegou aos nossos conhecimentos. 
Entenda
No primeiro semestre de 2013 o Ministério da Saúde abriu consulta pública sobre a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras, que foi amplamente divulgada nos sites do CRBios depois de e-mails enviados. 

Mesmo assim, em 12 de fevereiro quando da divulgação da Política, os Biólogos não foram contemplados, o que gerou uma denúncia na madrugada seguinte por este blog a inúmeras pessoas, como Sistema CFBio/CRBios, Geneticistas Biólogos da USP (inclusive a Mayana Zatz) e muitos membros Biólogos da diretoria da SBG. Solicitamos declarações públicas sobre o assunto.

Apesar de intensa divulgação e comentários, os biólogos que se manifestaram foram a Mayana e o presidente da Sociedade Brasileira de Genética, Samuel Goldenberg. Logo em seguida, os Biomédicos se atentaram para a causa, e demonstraram interesse pela causa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.