Autoplay

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Uma breve história da Biologia

A história da Biologia se dá desde a pré-história, quando o homem começou a observar e perceber no seu dia a dia que as plantas tinham uma época certa do ano para frutificação, quais plantas eram venenosas e quais não eram, quais frutos que podiam ser consumidos e os que não podiam. Nessa prática diária, o homem aprendeu muito sobre a biologia.

No Egito, a técnica utilizada para embalsamento de cadáveres já requeria um grande conhecimento sobre as propriedades das plantas e óleos vegetais. Desde a antiguidade, os povos já observavam e queriam saber mais sobre as diversas formas de vida, pois sabiam que aliados a elas poderiam viver melhor.

No século IV a.C. o naturalista Aristóteles começou a observar e estudar as mais diversas formas de vida. Descobriu muitas coisas que foram fonte de pesquisa durante séculos. Observou, dividiu e classificou os animais “com sangue” e “sem sangue”. Percebeu a presença de órgãos análogos e homólogos e observou a adaptação evolutiva dos animais e vegetais.
Na Idade Média, Alberto Magno escreveu documentos sobre observações de plantas e animais, e, no século XIV, diversos cientistas começaram a fazer dissecações em cadáveres humanos, o que fez a anatomia humana progredir consideravelmente.

Em 1650, com a descoberta do microscópio por Antony van Leeuwenhoek, os cientistas e curiosos puderam aprofundar mais seus estudos na biologia. Em 1735, Lineu, baseado nas semelhanças morfológicas de plantas e de animais, criou o sistema taxonômico e a nomenclatura dos seres vivos, que é utilizado até hoje, mas com algumas modificações. Em 1809, Lamarck deu um passo à frente quando publicou um livro sobre a evolução das espécies, e em 1859, Charles Darwin, também evolucionista, publicou um livro sobre a origem das espécies, que é aceita até hoje como explicação para a evolução das espécies.
Em 1866, Gregor Johan Mendel, em experimentos com ervilhas, descobriu a hereditariedade, e hoje é considerado o pai da genética.

Com a descoberta do microscópio eletrônico, várias estruturas celulares até então desconhecidas passaram a ser estudadas, e Watson e Crick tiveram a oportunidade de descobrir sobre a dupla hélice do DNA e o código genético.
No passado, muitos cientistas contribuíram com informações e observações que os cientistas atuais levam em consideração em suas pesquisas. A biologia é uma ciência muito rica e ampla, e será alvo de dúvidas e descobertas eternamente.

Leia abaixo um histórico resumido dos avanços obtidos pelo homem na área da biologia:

350 a.C. – O filósofo grego Aristóteles faz a primeira classificação dos animais.
180 – O médico grego Galeno desenvolve um estudo sobre o sistema muscular do ser humano.
1242 – O árabe Ibn An Nafis desenvolve a ideia de que os ventrículos ficam isolados um do outro.
1316 – O biólogo  italiano Mondino de Luzzi  escreve o primeiro livro conhecido sobre anatomia do ser humano.
1543 – O biólogo belga André Vesálio escreve um importante estudo sobre a anatomia e publica o livro Sobre a Estrutura do Corpo Humano.
1653 – O naturalista sueco Olof Rudbeck descobre a existência e funcionamento dos vasos linfáticos.
1766 – O fisiologista suíço Albrecht von Haller cria a neurologia ao observar o funcionamento dos nervos e músculos do corpo humano.
1773 -  O biólogo dinamarquês Otto Friedrich Muller aprofunda o estudo sobre os micróbios.
1812 – Com seus estudos sobre animais extintos, o naturalista francês George Cuvier cria a Paleontologia.
1858 – Os biólogos ingleses, Charles Robert Darwin e Alfred Russel Wallace desenvolvem a Teoria da Evolução das Espécies.
1862 – O químico francês Louis Pasteur identifica germes e faz estudos sobre a relação dos micróbios com determinadas doenças.
1865 – O  austríaco Johann Gregor Mendel desenvolve estudos sobre genética, verificando a transmissão de características físicas de pai para filho.
1889 – O espanhol Santiago Ramón y Cajal  elabora a Teoria dos Neurônios.
1912 – O bioquímico polonês Casimir Funk realiza importantes estudos sobre as vitaminas.
1913 – O bioquímico norte-americano Elmer Cerner McCollum descobre as vitaminas A e B.
1921 – O médico canadense Frederick Grant Banting desenvolve estudos sobre a insulina e técnicas de purificação.
1928 – Por puro acaso, o bacteriologista escocês Alexander Fleming (1881-1955) descobre a penicilina, o primeiro antibiótico.
1952 – O bioquímico inglês Frederik Sanger descobre a  estrutura química da insulina.
1973 -  Os bioquímicos norte-americanos Stanley H. Cohen  e Herbert B.W. Boyer  fazem experiência na área de engenharia genética.
1975 – As endorfinas, substâncias inibidoras da dor, são descobertas.
1980 – Pesquisadores norte-americanos descobrem e identificam o vírus da AIDS.
1997 – O embriologista escocês Ian Wilmut cria, em laboratório, o primeiro clone de um mamífero adulto: a ovelha Dolly.

Áreas da Biologia :

- Anatomia
- Botânica
- Ecologia
- Genética
- Origem da Vida
- Embriologia
- Zoologia (estudo dos animais)
- Bioquímica
- Biologia Celular
- Classificação dos seres vivos
- Ecossistema
- Cadeia Alimentar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.