Autoplay

terça-feira, 25 de outubro de 2016

arquivo prof Iraê Guerrini
Professor da Unesp lança livro sobre eucalipto
José Luiz Stape é um dos autores de "Eucalyptus no Brasil"
[24/10/2016]
O engenheiro florestal José Luiz Stape, professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência Florestal da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, Câmpus de Botucatu, é um dos autores do livro recém-lançado “Eucalyptus no Brasil – Zoneamento climático e guia para identificação”.


Em 447 páginas, a publicação tem como objetivo servir de ferramenta de campo ao produtor rural e urbanistas para identificação das principais espécies de Eucalyptus cultivadas no Brasil. O livro traz ainda informações relevantes a pesquisadores e profissionais florestais sobre as necessidades climáticas das espécies na forma de gráficos, tabelas e mapas.

Uma chave de identificação, com descrições morfológicas e comentários taxonômicos, propicia segura identificação das espécies, apoiada por pranchas fotográficas de folhas, flores, frutos, sementes, mudas, madeira, tronco e casca. No total, mais de 500 ilustrações e mais de 50 mapas são apresentados para as 47 espécies tratadas neste guia.

Além de Stape, a obra tem como autores Thiago Bevilacqua Flores, Clayton Alcarde Alvares e Vinicius Castro Souza.

Os interessados podem adquirir o livro aqui.

Currículo

Além de professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência Florestal da FCA/Unesp, José Luiz Stape é o Gerente Executivo de Tecnologia da Suzano Celulose e Papel e professor de pós-graduação da USP e North Carolina State University (NCSU), nos Estados Unidos.

É doutor em Forest Sciences - Colorado State University em 2002, e foi professor Doutor em Silvicultura na USP, de 1995 a 2008, e da NCSU, de 2008 a 2015. Na USP, foi coordenador do curso de Engenharia Florestal e coordenador das Estações Experimentais Florestais da USP. Publicou 40 artigos em periódicos especializados e 66 trabalhos em anais de eventos.

Suas principais áreas de atuação são modelagem ecofisiológica, preparo de solo, nutrição florestal, espaçamento, plantations, solos florestais, brotação, produtividade florestal, delineamento sistemático e ervas daninhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.