Autoplay

sábado, 12 de março de 2016


Cientistas
Datas
Feitos / Contribuições
Giordano Bruno
(1548-1600)
Monge dominicano, teólogo, filósofo e poeta; defendeu a evolução do mundo, mas foi queimado na figueira do Santo Ofício.
Zacharias Janssen
(1585-1632)
Fabricante de óculos; inventou o microscópio em 1591, junto com seu pai Hans Janssen.
René Descartes
(1596-1650)
Filósofo, físico e matemático francês; acreditava na evolução do mundo e dos seres vivos, mas não contradisse a igreja.
Francesco Redi
(1626-1697)
Biólogo florentino; combateu a teoria da geração espontânea em 1668 (frascos com gases; larvas).
Antoni van Leeuwenhoek
(1632-1723)
Comerciante holandês e naturalista aperfeiçoou microscópios (uma lente – microscópio simples) e utilizou-os; defensor da geração espontânea; contribuição Bio celular (fibras, bactérias, protozoários).
Robert Hooke
(1635-1703)
Físico experimental inglês; construiu microscópio mais potente que o de Leeuwenhoek (duas lente e um tubo de metal – microscópio composto) como o de Jansen e inventou também o barômetro; Lei da Elasticidade
Nicholas Steno
(1638-1686)
Bispo católico e cientista dinamarquês; observou os fósseis e admitiu mudanças biológicas ao longo do tempo; geologia.
Carl Von Linnaeus
(1707-1778)
Biólogo sueco; Systema Naturae; classificação biológica (1766-1768).
John Needham
(1713-1781)
Biólogo inglês; defendia geração espontânea (caldos nutritivos); força vital.
Lazzaro Spallanzani
(1729-1799)
Padre e biólogo italiano; refutou a geração espontânea; erros de Needham.
Erasmus Darwin
(1731-1802)
Médico, poeta e naturalista inglês e avô de Charles Darwin.
Jean-Baptiste Lamarck
(1744-1829)
Naturalista francês, explicou a evolução sob duas leis.
Félix-Archimède Pouchet
(1800-1872)
Biólogo francês; último dos defensores da geração espontânea que debateu com Pasteur.
Friedrich Wöhler
(1800-1882)
Químico alemão; sintetizou a uréia em 1828 (Alemanha); precursor da Química Orgânica.
Charles R. Darwin
(1809-1882)
Naturalista inglês, autor da Teoria da Evolução das espécies (1859).
Joseph D. Hooker
(1817-1911)
Cirurgião, explorador e botânico e naturalista inglês; colaborador e amigo de Darwin; Expedição de James Clark Ross à Antártica em busca do polo sul magnético.
Adolph W. Hermann Kolbe
(1818-1884)
Químico alemão; sintetizou o ácido acético em 1845 (Alemanha); desenvolveu a nomenclatura dos compostos orgânicos.
John Tyndall
(1820-1893)
Físico Inglês; argumentou sobre bactérias resistentes e defendia geração espontânea.
Adolph Strecker
(1822-1871)
Químico alemão; síntese do aminoácido alanina em 1850 (Alemanha).
Gregor J. Mendel
(1822-1884)
Monge austríaco botânico e meteorologista; estudou e descreveu a herança dos caracteres; “Pai da Genética”.
Louis Pasteur
(1822-1895)
Biólogo e químico francês; derrubou totalmente a questão da geração espontânea.
Alfred Russel Wallace
(1823-1913)
Naturalista, biólogo, geógrafo e antropólogo inglês, considerado coautor da Teoria da Evolução das espécies; apresentou trabalho junto a Darwin; propôs o conceito de “sobrevivência dos mais aptos”.
August Weismann
(1834-1914)
Biólogo alemão; cortou a cauda de um grupo de ratos brancos por 22 gerações estudando Lamarck; separação de células somáticas e germinativas
Edward Drinker Cope
(1840-1897)
Paleontólogo, professor, herpetólogo, ictiólogo e anatomista norte-americano; usou o termo “Neolamarckismo”; descreveu o clado Mesosauria descoberto no Brasil.
Friedrich Miescher
(1844-1895)
Médico suíço; descobridor do DNA ao qual chamou de nucleína (1871).
Richard Altmann
(1852-1900)
Patologista e histologista alemão; desconfiou de Miescher; preparações altamente purificadas de nucleína (1889); caráter ácido e chamou de Ácido Nucleico em vez de nucleína.
Archibald E. Garrod
(1857-1939)
Médico inglês; foi primeiro a sugerir que os genes atuavam por meio de enzimas; alcaptonúria (alcaptona) alelo recessivo.
Wilhelm Weinberg
(1862-1937)
Físico e obstetra alemão; observações sobre genética; Equilíbrio de Hardy-Weinberg.
Phoebus Aaron Levine
(1869-1940)
Médico e bioquímico russo naturalizado americano; determinou a ordem em que as moléculas de fosfato, pentose e base nitrogenada estavam unidas no ácido nucleico, formando a unidade fundamental, o nucleotídeo (1909); purificou concentrou a vitamina B2 em 1930. Nome original: Fishel Aaronovich Levin
Fred Griffith
(1877-1941)
Médico inglês; estudou a bactéria Diplococcus (atualmente Streptococcus pneumoniae; fez experimentos em ratos e descreveu o DNA como agente de transformação bacteriana em 1928.
Godfrey Harold Hardy
(1877-1947)
Matemático inglês; Teoria dos Números; Equilíbrio de Hardy-Weinberg: genética de populações.
Walter Abraham Jacobs
(1883-1967)
Químico americano; determinou a ordem em que as moléculas de fosfato, pentose e base nitrogenada estavam unidas no ácido nucleico, formando a unidade fundamental, o nucleotídeo (1909).
Julian Sorell Huxley
(1887-1975)
Biólogo inglês, neto de Thomas Huxley; designou o termo Teoria Sintética da Evolução em 1942.
John Haldane
(1892-1964)
Biólogo e geneticista britânico; genética populacional;
Aleksandr Oparin
(1894-1980)
Biólogo e bioquímico russo; um dos precursores sobre o estudo da origem da vida; evolução química das moléculas; atmosfera redutora; embasamento darwiniano.
James Lionel Alloway
(1900-1954)
Pesquisador americano; descobriu que a transformação bacteriana podia ocorrer in vitro em 1933.
Theodosius G. Dobzhansk
(1900-1975)
Geneticista e biólogo evolutivo ucraniano naturalizado americano; defensor da Evolução.
Ernst Mayr
(1904-2005)
Zoólogo alemão naturalizado americano; em 1941 fez conferências chamadas “Sistemática e a origem das espécies” e publicadas em 1942; evolução; genética de populações; taxonomia; conceito biológico de espécie.
Erwin Chargaff
(1905-2002)
Pesquisador austríaco; fez importante descoberta sobre a composição do DNA: a quantidade de base adenina é sempre igual à de timina, e que a de citosina era sempre igual à de guanina.
Rosalind Elsie Franklin
(1920-1958)
Biofísica britânica; pioneira da Biologia molecular;  a técnica da difração dos raios-X e concluiu que a molécula de DNA tem estrutura helicoidal com 2 nm (0,000002 mm) de espessura.
Francis H. C. Crick
(1916-2004)
Biofísico e neurocientista britânico; elaborou o modelo de dupla-hélice da molécula de DNA com duas longas cadeias paralelas; 3 características essenciais: capacidade de duplicação; de conter informações para a produção de proteínas e capacidade de sofrer mutação. Prêmio Nobel (1962)-Medicina ou Fisiologia.
James Dewey Watson
(1928)
Biólogo molecular; geneticista e zoólogo americano; elaborou o modelo de dupla-hélice da molécula de DNA com duas longas cadeias paralelas; 3 características essenciais: capacidade de duplicação; de conter informações para a produção de proteínas e capacidade de sofrer mutação. Prêmio Nobel (1962)-Medicina ou Fisiologia.
Stanley Lloyd Miller
1930
Químico norte-americano; especialista em pesquisas sobre a origem da vida na Terra; reproduziu as condições que teriam existido na Terra antes do aparecimento dos seres vivos, o chamado Miller-Urey Experiment (1952). Misturou água, hidrogênio, amônia e metano e os submeteu a descargas elétricas gerou aminoácidos dos quais são feitas as proteínas no corpo humano, mas não conseguiu transformar seu "caldo" em células vivas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.